COM ORGULHO E DISTINÇÃOCOM ORGULHO E DISTINÇÃO by Cristina Carvalho

Este é um conto que nasce de uma luz que vem diretamente do céu próximo, daquele que nos toca a todos nós. Seguimos esse raio luminoso que incide no interior de uma tenda de circo, o maior espetáculo do mundo; que melhor local pode existir para habitarem os sonhos?

Esta é uma atuação a dois, como quase sempre na vida de um casal, “Para quê outros, se estes são tão maravilhosos executantes?” Diz o apresentador. O destino é por vezes uma voz imaginada, saída de um condutor de cerimónias, nobre, alto, provavelmente trajando um fato de imitação. Voz segura na condução das nossas vidas.

Somos de números arriscados, de punhais afiados que se conhecem pelo tato, que se projetam em rumo certo. Somos também de despedidas inevitáveis de ciclos que se fecham como atuações que terminam e se repetem no dia seguinte em qualquer outro local, sem importância.

Nada podemos fazer, “porque muito pouco, realmente, podemos fazer uns pelos outros a não ser sentir ou não sentir o que os outros sentem e se eles não quiserem sentir nada, nada mais há a fazer.”

Uma voz anuncia-nos com orgulho e distinção. No fim esperam-se aplausos, um bruaá coletivo de aplausos. E nada mais.

Deleite e suspense aguardam o leitor deste conto.

Anúncios