UP-Julho02Portugal: O sonho de uma criança tornado real by Richard Zimler

Experiências destas ensinaram-me que temos de prestar mais atenção à forma como nos agarramos à esperança nos momentos mais difíceis, pois aquilo que então visualizamos são as coisas que nos fazem sentir que estamos a viver exatamente onde é suposto estarmos.

Já sentado no meu lugar, apercebo-me que o livro que estava a ler ficara esquecido na mala que seguira para o porão. Fiquei irritadíssimo, duas horas e meia de voo sem nada para ler. Deito mão à revista de bordo da TAP, a UP de julho e, surpresa das surpresas, abro num texto de um dos meus escritores de eleição: Richard Zimler. A irritação foi imediatamente debelada pelo prazer da leitura de um bom texto.

Conta-nos Zimler, que estando em Sidney numa conferência, fora acometido por um momento de pânico que resolveu imaginando-se em Portugal a comer uma sopa de feijão encarnado. São momentos em que nos sentimos deslocados e perdidos num ambiente que repentinamente se tornou hostil. Então, surgido do nada, encontramos uma porta de saída ao pensarmos nas coisas simples da vida, como ler um bom livro ou comer uma sopa de feijão encarnado.

Zimler deixa-nos o testemunho do seu apego a um país em que se fez acolher, onde as pessoas ainda falam a linguagem dos pequenos gestos. Um país para ser desfrutado com gostos simples e gestos largos de convívio, tudo como quem deixa realizar em si um sonho de criança.

(Revista UP de Julho, TAP)

Leia aqui este conto.

 

Anúncios