São Martinho do Porto: MomentosSão Martinho do Porto: Momentos by Filipa Vera Jardim

Despirmo-nos de nós e vestirmo-nos
da penumbra, na inconformidade
do tempo que estagnava à passagem
cerrada e branda do nevoeiro

Este livro começa por invocar memórias de reis e de pessoas comuns que fizeram de S. Martinho do Porto a sua praia de verão. São momentos ancorados no tempo, tanto quanto ao poeta é possível amarrar os seus pensamentos ao mar.

 

O livro abre com paisagens de S. Martinho. O mar e o casario enquanto traços da presença humana onde, aos poucos, os protagonistas da terra se vão impondo. Das profissões do sustento às da fé, pela lente de Pedro Soares de Mello, vão desfilando as gentes de hoje. A prosa poética, como bem sabe Filipa Vera Jardim, é, por excelência, a melhor forma de celebrar o passado. A tonalidade das fotos abraça o clima dos poemas, como se tivessem surgido ao mesmo tempo, fruto de um fugaz namoro.

Podemos não regressar aos sonhos de infância, mas eles, seguramente, permanecem em nós e nenhuma contemporaneidade os consegue apagar. S. Martinho do Porto já não é a vila que os reis conheceram, mas a sua magia não deixará de encantar sucessivas gerações, tanto quanto é eterno o mar. Este livro é um tributo, justo e elegante, ao deslumbre de vitalidade que só uma identidade forte consegue assegurar.

Pode um livro ser a medida dos nossos afetos? Entre esta terra, a eternidade e a luz, crua e rasgada, do meu absoluto luar.

 

Anúncios