A Fome do Licantropo e Outras HistóriasA Fome do Licantropo e Outras Histórias by Miguel Miranda

Miguel Miranda não será o primeiro contista a aventurar-se pelo fantástico e, a partir de situações do nosso dia a dia – neste caso as profissões -, retratar desconchego da vida humana.

O boticário chegou, de sorriso largo plantado no rosto. Fez uma mesura e cumprimentou com voz de flauta…

São histórias simples que dão espaço ao oceano de dúvidas interiores com que o autor pretende atormentar os seus personagens. Contudo, o inusitado das situações que cria não chega a assegurar o clímax final. Os personagens, mesmo aqueles, cujos pensamentos se mantinham atuais e de aplicação a todas as esquinas da vida, não se revelam plenos de densidade. Usando as palavras do autor, apenas nos são dados filetes de filosofia.

O erro do meteorologista, que tinha a lente do telescópio suja, é descoberto por um anão corcunda, homem microscópico e entornado, num contraste que peca pela ironia fácil. O desfecho da história, que procura surpreendente, não chega para o salvar o conto.

Desta arte espera-se mais do que uma leitura agradável.

Anúncios