asfabulosashistoriastapadaA Sextante Editora publica As fabulosas histórias da Tapada de Mafra, o novo livro de Cristina Carvalho, que chega às livrarias a 22 de setembro, e inclui fotografias de Nanã Sousa Dias e ilustrações de Teodora Boneva. Através deste livro visitamos aquela que é uma das florestas mais protegidas do país, e onde a Natureza se encontra em estado puro. Pela voz do jovem narrador, que deambula pela Tapada, são-nos dados a conhecer os verdadeiros protagonistas deste livro, os animais e plantas da Tapada de Mafra, e a história desta floresta e do Palácio adjacente que contam com mais de três séculos de existência. Cristina Carvalho faz, deste modo, uma homenagem à Natureza e à sua riqueza, incentivando o público mais jovem a conhecê-la melhor e a protegê-la.

Um rapazinho visita um dia, num passeio de fim de semana, o Palácio-Convento mandado construir pelo rei D. João V e a joia da natureza que lhe faz companhia desde há séculos, que é a Tapada Real de Mafra. É essa visita encantada, pela História e pela Natureza, que este pequeno livro narra. O Convento e o Palácio Real, as Torres sineiras, a Biblioteca, a maravilhosa Igreja e os seus seis órgãos, o Refeitório dos monges, convivem com um mundo maravilhoso de animais e plantas. É um dos mais belos territórios de Portugal, onde silêncios e ruídos da mata e dos regatos se cruzam, de dia e de noite, com o voo das grandes aves de rapina, o berrar dos veados, a corrida rápida dos javalis, o voo noturno dos morcegos e dos pirilampos.

Cristina Carvalho nasceu em Lisboa, a 10 de novembro de 1949. Durante a sua atividade profissional, contactou com milhares de pessoas e visitou números países sendo a Escandinávia e o Oeste português as regiões que mais ama e que mais influência exercem sobre a sua personalidade enquanto transitório ser humano do sexo feminino, habitante do planeta Terra e, por acaso, escritora. Publicou nomeadamente: Até já não é adeus, Momentos misericordiosos, Ana de Londres, Estranhos casos de amor, O gato de Uppsala e Nocturno – O romance de Chopin. Em 2011, a Sextante publicou também Lusco-fusco. O seu romance O Olhar e a Alma venceu o Prémio Autores 2016 para o Melhor Livro de Ficção Narrativa.

Nota de Imprensa da Sextante Editora.

Advertisements