capa-historias-assimA Bertrand Editora disponibiliza «Histórias Assim», um livro com doze contos de Rudyard Kipling que encantará miúdos e graúdos.
Nas doze fábulas compiladas neste livro, o autor, Prémio Nobel da Literatura em 1907, revelam-se momentos preciosos em família durante a época festiva.
Acarinhado ao longo das décadas pelo seu humor e delicadeza, Rudyard Kipling reforça nestes contos a cumplicidade imediata e ternurenta com os seus leitores. Escritas especialmente para serem lidas em voz alta e partilhadas, estas histórias continuam a marcar gerações e a ficar gravadas na nossa memória.

Ao longo deste livro maravilhosamente ilustrado, reencontramos o humor e delicadeza de Rudyard Kipling, Prémio Nobel da Literatura, em 1907. Nestes doze contos, o autor de O Livro da Selva soube criar uma cumplicidade imediata e ternurenta com os leitores. São histórias para serem lidas em voz alta, saboreadas e partilhadas com todos. Não se esquecem Histórias Assim: Como a Baleia arranjou a sua garganta, Como o Camelo arranjou a sua bossa, Como o Rinoceronte arranjou a sua pele, Como o Leopardo arranjou as suas pintas, O Filho de Elefante, A Cantilena do velho Canguru, Como apareceram os Tatus, Como se escreveu a primeira Carta, Como se inventou o Alfabeto, O Caranguejo que brincou com o mar, O Gato que andava sozinho, A Borboleta que bateu com o pé.

Rudyard Kipling nasceu em Bombaim, Índia, filho de pais britânicos, em 1865. Foi para o Reino Unido em 1871, na companhia da sua irmã, para estudar. Autor de várias obras mundialmente reconhecidas, recebeu o Prémio Nobel da Literatura em 1907. Faleceu em 1936, em Londres.

Nota de Imprensa Bertrand Editora.

Anúncios