Ultimamente ganhou o hábito de desafiar as pessoas que encontra a adivinharem-lhe a idade. As respostas variam entre sessenta e cinco e setenta e cinco; tem cinquenta e três. Mas Joe nunca fica melindrado; toma isso como uma prova de superioridade. “Vivo mais num ano”, diz ele, “do que o comum dos mortais em dez.”

O Segredo de Joe Gould, de Joseph Mitchel, 2000 (na 5ªedição 2017), D. Quixote

a minha recensão

sobre o livro

Anúncios