Nova edição, a quarta, com nova capa daquele que é o primeiro romance de Manuel Alegre, publicado em 1989, e sobre o qual Maria Luisa Cusati, no prefácio da edição italiana, escreveu o seguinte: “Jornal de África é um romance que foge aos esquemas habituais para entrelaçar epopeia e anti-epopeia, denúncia e crónica de uma guerra cruel, crónica minuciosa mas poética na intertextualidade a que o autor recorre para transmitir a sua vivência, voz de juventude sufocada que, apesar de tudo, consegue amar. E o amor por Bárbara, profundo e difícil, oferece-nos uma das mais belas cartas de amor que me recordo de ter lido.”

Nota de Imprensa D. Quixote.

Anúncios