João Jorge é de Luanda, vive na periferia do Barreiro, num mundo de periferias que ele próprio ajudou a criar, entre o pequeno crime e o biscate. Foi assassinado numa noite em que, dizem, foi surpreendido a roubar porcos. O narrador deste romance parte em busca dessa história, encontra uma miríade de tantas outras histórias, as de sempre, as de quem ficou à margem dos seus sonhos.

Na  87ª edição da Feira do Livro de Lisboa, o autor Bruno Vieira Amaral concedeu-nos esta entrevista no espaço da Porto Editora. Hoje estarás comigo no paraíso, o seu mais recente romance foi o tema desta entrevista.

Oiça aqui a 1ª parte da entrevista a Bruno Vieira Amaral,  realizada na feira do livro, no dia 17 de junho, conduzida por António Ganhão (Acrítico – Leituras Dispersas) e com produção e locução de Carlos Cerqueira.

Na segunda parte da entrevista, Bruno Vieira Amaral fala do papel do leitor na sua obra e da relação de proximidade que se estabelece com o autor. Oiça aqui a 2ª parte da entrevista.

Sobre o livro

a minha recensão

(fotos de Carlos Cerqueira)

Anúncios