Evocativo e enciclopédico, este livro narra a concentração da Imprensa no Bairro Alto lisboeta, consolidada a partir de meados do século XIX e que se manteve até à década de 1970. Aqui se encontram as publicações, a localização das redações, os jornalistas e as suas insondáveis memórias, as cumplicidades boémias e as conspirações políticas.

 

Foram cerca de 600 as publicações que se instalaram no Bairro Alto até aos dias de hoje, mas incontáveis os detalhes da sua História e pequena história.

Nota de Imprensa da Quetzal.