Que não são necessários mais livros é o que pensam os crentes que só lêem um, que já existe, e que não querem tomar conhecimento de mais nenhum outro, com receio da dúvida. Pobres deles, protegidos pela certeza definitiva.

 

Estuário, de Lídia Jorge, 2018, Dom Quixote.

 

 

 

 

sobre o livro

 

 

 

 

Anúncios