Versão moderna de uma educação sentimental, Persona, que agora é pela primeira vez editado pela Dom Quixote, estabelece o confronto entre as exigências do corpo, a normatividade social e o policiamento do Estado durante os anos que precederam a descolonização.

 

Uma ficção-documento sobre uma realidade pouco abordada, cruel e surpreendente.

Nota de Imprensa da D. Quixote.