Na sequência de um golpe militar, um médico, um barbeiro, um estudante e um velho revolucionário são encarcerados numa cela exígua e gelada nos subterrâneos de Istambul.

 

Entre os interrogatórios, as sessões de tortura, o tempo suspenso e a imobilidade forçada, descobrem o encanto e o poder da palavra como possibilidade de fuga e beleza num mundo altamente cruel.

As narrativas que estes homens partilham, tantas vezes carregadas de humor, desafio e sensualidade, revelam o que os liga uns aos outros e o motivo pelo qual se encontram presos: na Istambul à superfície, que vive, caótica, entre beleza e horror, algo está para acontecer – uma mudança, uma revolução? – e é essa cidade, com todos os seus contrastes, as suas contradições e as infinitas realidades que a compõem, a verdadeira protagonista deste romance.
Uma obra profundamente humana e apaixonante, baseada na experiência do autor, traduzida em cerca de 30 línguas e vencedora do Prémio ERBD (Reino Unido)

Tradução de Tânia Ganho

Nota de Imprensa da D. Quixote.