Reconstruindo a história de três gerações da sua família, da pobreza do mundo rural à luta pela  sobrevivência na grande cidade, a jornalista Karoline Kan mostra como a China atravessou décadas de penúria, violência política e constrangimentos de toda a espécie: «Quero mostrar a humanidade que existe por detrás dos frios indicadores económicos associados à China, revelar as emoções, escolhas e compromissos, a coragem, o amor e a esperança que nós partilhamos com os povos de todo o mundo.»

 

Sob Céus Vermelhos é um misto de saga familiar e de memória autobiográfica:
descreve a busca de uma vida melhor, a forma como a família enfrenta o passado e quebra as tradições, especialmente as impostas às mulheres. De forma crua e poética, Karoline Kan conta a história comovente da avó e da sua vida durante a Grande Fome; da mãe, que desafiou a Política do Filho Único ao dar à luz a própria Karoline; e de si mesma, como uma jovem ambiciosa e cosmopolita, desejosa de encontrar emprego e amor durante um período repleto de mudanças sociais desconcertantes na China de hoje.

Karoline Kan, que trabalhou como repórter na redação do The New York Times em Pequim, ganhou o Prémio da Associação Internacional de Jornalistas da China em 2016, e foi jornalista da Radio France Internacional e da revista That’s Beijing. Em 2019, foi distinguida com o Young China Watcher of the Year. Atualmente é editora do jornal digital China Dialogue – e vive em Pequim.

Tradução de António Sabler.

Nota de Imprensa da Quetzal.