Nos arredores de Lisboa, Mizé, a boa da vizinhança, tenta conciliar os sonhos de uma vida de estrela com a rotina entre o salão unissexo e o bairro social Esperança.

Mas não é fácil. Ela quer mais, muito mais. E está preparada para usar tudo o que tem para o conseguir. Por outro lado, Palha, que largou as saias da mãe para casar com Mizé, só quer manter o pouco que lhe resta — a começar pelo emprego a vender batatas fritas.
Numa noite de enganos, Palha descobre aquilo que nunca quis ver. Desesperado, parte em busca da inocência de Mizé e acaba por desenterrar a sua própria mentira.
Com um arraial de personagens únicas e irresistíveis, Mizé é uma história galdéria da cabeça aos pés que nos mostra como a vida nos arrabaldes pode ser tudo menos cinzenta.

Considerado já um autor de culto, Ricardo Adolfo surpreende sempre com a sua acutilância e originalidade. Antes publicado na Alfaguara, a sua obra irá sendo gradualmente relançada na Companhia das Letras, começando pelo seu primeiro romance, Mizé – Antes galdéria do que normal e remediada.

Nota de Imprensa Companhia das Letras.