Pesquisar

Acrítico

Leituras dispersas

Categoria

Recensão

A revolução Russa – 100 anos depois

A revolução Russa – 100 anos depois

A Revolução Russa teve um impacto decisivo no mundo atual, foi matriz ideológica e de ação para muitas revoluções e movimentos de libertação. Neste livro temos uma abordagem temática à revolução confiada ao contributo de um conjunto de autores.

António Louçã fala-nos da revolução e da sua génese social, numa convergência assimétrica da burguesia, operários e camponeses, tendo os operários assumido a sua liderança (já sob a influência de Lenine). Continue reading “A revolução Russa – 100 anos depois”

Anúncios
Featured post

Os Corpos | Rodrigo Magalhães

Os Corpos | Rodrigo Magalhães

Na sinopse da contracapa somos informados que o corpo de um homem não identificado foi encontrado numa praia australiana, se a zona de conforto do leitor são os policiais de estrutura linear, desengane-se: essa não é a proposta de Rodrigo Magalhães. Não encontrará aqui um protagonista a decifrar enigmas ou a resolver mistérios. Afinal, o que é um enredo se não essa constante errância pelas dúvidas que assaltam a nossa vida. Continue reading “Os Corpos | Rodrigo Magalhães”

Featured post

Para lá da “Geringonça” | André Freire

Para lá da “Geringonça” | André Freire

As alianças políticas em Portugal alicerçam-se mais na personalidade das suas lideranças do que no posicionamento ideológico dos partidos, esta é uma história marcada pelas afinidades e sensibilidades dos seus protagonistas. Mário Soares, desconfiado das derivas ideológicas do PCP (evidenciadas durante o PREC), vê-se condicionado a rejeitar qualquer acordo que viabilize um governo minoritário PS/PRD com o apoio parlamentar do PCP; em Abril de 1987, após a queda do governo minoritário do PSD na sequência de uma moção de censura apresentada pelo PRD. Continue reading “Para lá da “Geringonça” | André Freire”

Featured post

O Escritor Fantasma | Philip Roth

O Escritor Fantasma | Philip Roth

Um jovem e promissor autor visita o velho e consagrado Lonoff a quem considera como pai espiritual e literário, o tipo de escritor a quem bastava um simples adereço para dar vida a uma sociedade inteira. Nathan sempre foi um jovem talentoso no qual a família depositava grandes espectativas. O pai falhara a entrada em medicina e formara-se como podólogo, mas Nathan realizaria os seus sonhos e afirmar-se-ia como um grande escritor. Continue reading “O Escritor Fantasma | Philip Roth”

Featured post

Entre Amigos | Amos Oz

Entre Amigos | Amos Oz

A pureza de um Kibutz reside, em parte, na importância do trabalho físico que nos restitui a simplicidade e a pureza da primeira infância, e na partilha, não só dos bens, mas de um destino coletivo onde as diferenças sociais se esbatem numa união de iguais, onde cada um preserva a sua singularidade. Estas são as histórias possíveis do kibutz Ykhat, onde a gestão passou para os membros de segunda geração, já nascidos e criados no kibutz. Jovens sem a urgência de um pedaço de terra onde lancem as fundações da sua identidade, libertando-se, definitivamente, da diáspora. Continue reading “Entre Amigos | Amos Oz”

Featured post

Nada | Janne Teller

Nada | Janne Teller

Um miúdo, no sétimo ano do liceu, abandona a escola por ter chegado à conclusão de que não valia a pena fazer nada, porque de qualquer forma nada tinha significado. Pierre Anthon decide viver numa ameixieira.

Não conformados com a situação, os colegas tentam demovê-lo da ideia recorrendo a toda uma série de argumentos que o convençam a descer da árvore e regressar à escola. Quando os confronta com a falta de sentido da escola, respondem-lhe que eles, os que frequentam a escola, iam ser algo na vida, acabando confrontados com essa ideia vaga de ser algo na vida, de ser alguém. Continue reading “Nada | Janne Teller”

Raparigas Mortas | Selva Almada

Raparigas Mortas | Selva Almada

Andrea entrou na vida da autora através da notícia da sua morte: uma rapariga havia sido assassinada na cama enquanto dormia no seu quarto, …a casa de qualquer adolescente, não era o lugar mais seguro do mundo. Selva Almada narra aqui o femicídio de três raparigas, como viveu essa experiência e conduziu o processo de escrita do livro, aproximando-se daquelas raparigas mortas. Uma narrativa não ficcionada, que nos revela o papel da mulher na sociedade argentina de finais do século XX, em particular das raparigas mais pobres, das quais se esperam favores a troco de dinheiro. Continue reading “Raparigas Mortas | Selva Almada”

Peregrinação de Barnabé das Índias | Mário Cláudio

Peregrinação de Barnabé das Índias | Mário Cláudio

Num único parágrafo, a ação, o ambiente, a história e os seus mitos, a transformar esta escrita num desenrolar de enigmas. Ajustar o sextante à trajetória do sol, extensa é a bagagem do viajante, como profuso é o léxico que dá corpo a esta narrativa. Sabe Barnabé que a arte de navegar se faz de segredos? Que em sonhos se pode ir a todas as Índias? Para quem nunca viu o mar, uma alforreca, ser translúcido em forma de lente, revela-se um enigma indecifrável. Continue reading “Peregrinação de Barnabé das Índias | Mário Cláudio”

Cães de Caça | Jørn Lier Horst

Cães de Caça | Jørn Lier Horst

Neste livro encontramos o detetive William Wisting debatendo-se contra a acusação de falsificar as provas que levaram à condenação, dezassete anos antes, de Haglund pelo rapto e homicídio de uma jovem. A notícia da acusação de que é alvo vai ocupar toda a primeira página do VG, jornal onde trabalha Line, a sua filha. A ocorrência de um homicídio, nessa mesma noite, abre a Line a oportunidade de remeter a notícia sobre o pai para as páginas interiores. Inicia assim uma luta contra o tempo para conseguir uma história com a força de uma primeira página. Continue reading “Cães de Caça | Jørn Lier Horst”

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑