Pesquisar

Acrítico

Leituras dispersas

Categoria

Recensão

O Caso da PIDE/DGS | Irene Flunser Pimentel

Como lidou o país com a PIDE/DGS a seguir à revolução do 25 de Abril? Muitos historiadores defendem que o 25 de Abril eclodiu como golpe militar, que o povo nas ruas transformou em revolução. Ao não ser, originalmente, um projeto revolucionário a questão da PIDE/DGS não fazia parte da prioridade dos militares de Abril que visavam essencialmente a cúpula do poder civil como forma de garantir sucesso ao movimento, promovendo posteriormente o seu envio para o exílio.

Continue reading “O Caso da PIDE/DGS | Irene Flunser Pimentel”
Featured post

A história da PIDE | Irene Flunser Pimentel

A história da PIDE | Irene Flunser Pimentel

Este livro sobre a história da PIDE divide-se em cinco partes: a relação com o Estado; os seus poderes, funções e evolução; os principais adversários; outros adversários e vítimas; métodos; prisão e julgamento.

A PIDE surge da reorganização das forças policiais que a antecederam e veio assegurar um papel fundamental na defesa do Estado Novo. Perseguindo e punindo, será pela intimidação que impõe um papel dissuasor levando as pessoas a não se meter em política.

Continue reading “A história da PIDE | Irene Flunser Pimentel”
Featured post

Quem disser o contrário é porque tem razão | Mário de Carvalho

Quem disser o contrário é porque tem razão | Mário de Carvalho

Mário de Carvalho, nome consagrado nas letras portuguesas, conto e romance, decide-se por esta irrequietude lúdica e didática: escrever um Guia Prático de Escrita de Ficção.

Num registo humorado, aborda o tema de forma assertiva. O guia estrutura-se em seis pontos nos quais o autor vai alertando para os vícios e falhas mais comuns do aprendiz da escrita ficcional, bem como vai apontando caminhos, citando autores falecidos ou consagrados para não perturbar a suscetibilidade dos vivos que deem pela sua ausência.

Continue reading “Quem disser o contrário é porque tem razão | Mário de Carvalho”
Featured post

A Educação dos Gafanhotos | David Machado

A Educação dos Gafanhotos | David Machado

O salto aleatório do gafanhoto encontra sempre um chão, um local sem destino planeado, a viagem depois da viagem. Dois amigos percorrem a costa leste dos EUA, num mundo dicotómico, dividido entre Faulkner e Hemingway, a realidade percecionada através de uma experiência literária. De que serve viajar, se para cada local inventamos uma narrativa desprendida da realidade?

Continue reading “A Educação dos Gafanhotos | David Machado”

Featured post

A Última Porta Antes da Noite | António Lobo Antunes

A Última Porta Antes da Noite | António Lobo Antunes

A conversa de velhos tem um nexo especial, feita de memórias breves, tremidas e momentos de insana lucidez ou de pura inspiração. São elucubrações circulares, batendo sempre no mesmo ponto, sem nunca, verdadeiramente, regressar a ele. António Lobo Antunes capta isso com sensibilidade, sentido de humor e a maldade de quem já não se ilude com as qualidades da espécie humana. Na monotonia da vida só a maldade nos torna humanos. Continue reading “A Última Porta Antes da Noite | António Lobo Antunes”

Featured post

Rua de Paris em Dia de Chuva | Isabel Rio Novo

Rua de Paris em Dia de Chuva | Isabel Rio Novo

Ser tocado pelo inesperado, por alguém que nos precede em quase um século, eis a proposta de Isabel Rio Novo no seu romance mais recente. As pessoas que nos marcam transpõe barreiras físicas e temporais, e nada impede a sua presença, por vezes, tão intensa que fazem parte de uma narrativa pessoal. Continue reading “Rua de Paris em Dia de Chuva | Isabel Rio Novo”

Príncipe Encantado? Não Existe | Maria Afonso Sancho

Príncipe Encantado? Não Existe | Maria Afonso Sancho

Nós, mulheres, somos portais divinos para se chegar à Terra. Uma frase assim, logo no primeiro capítulo, prepara o leitor para uma abordagem pouco convencional ao tema do Príncipe Encantado, supostamente, o sonho de qualquer mulher. A autora não fecha a porta a um bom filósofo, especialmente se este foi feliz, viveu uma vida saudável e morreu em paz. Mas o melhor é jogar pelo seguro e meter no assunto um bom astrólogo (para os leitores que exibem um sorriso trocista, permitam-me que os esclareça: trata-se de uma ciência e dá pelo nome de Sinastria). Continue reading “Príncipe Encantado? Não Existe | Maria Afonso Sancho”

A Mais Preciosa Mercadoria | Jean-Claude Grumberg

A Mais Preciosa Mercadoria | Jean-Claude Grumberg

Este pequeno livro, escrito num registo quase infantojuvenil, cheio de personagens adimensionais, arrebatou o coração de muitos leitores um pouco por todo o mundo e arrecadou uma mão cheia de prémios literários. Escrito por quem viu o pai ser levado pelos nazis para um campo de extermínio, este livro é uma parábola sobre a esperança e o efeito redentor do amor sobre o irreparável. Continue reading “A Mais Preciosa Mercadoria | Jean-Claude Grumberg”

Quotidiano instável | Maria Teresa Horta

Quotidiano instável | Maria Teresa Horta

A grande literatura vive do olhar atento do narrador sobre os dias informes, sobre a distância que nos separa do outro e se deixa contaminar pela sua presença. Nunca, como nestas crónicas, esse olhar foi tão longe, transformando-se no próprio narrador, promovendo cada pormenor a protagonista, convidando-o a contracenar dramaticamente com a ação de se vai desenrolando, ação essa quase sempre remetida para segundo plano. Minimalista, mas intensa. Estamos perante o gesto, o esboço de uma intenção, o desejo de um afago que mal se concretiza, e nesse momento, o ambiente é magistralmente convocado a entrar na história, num travelling lento, seguro, abrindo-se em dimensão e profundidade. Continue reading “Quotidiano instável | Maria Teresa Horta”

Create a free website or blog at WordPress.com.

EM CIMA ↑