Pesquisar

Acrítico

Leituras dispersas

Categoria

Recensão

Na Cabeça do Velho | António Barros

Na Cabeça do Velho | António Barros

Só em 1994, com as primeiras eleições multipartidárias, Moçambique encontrou o seu destino de país independente. Livre de tutelas internacionais, sempre tão solícitas em ditar condutas e formatar pensamentos, o país tinha necessidade de escutar a sua própria voz, de alimentar o arbusto que tem sede. Nunca foi tarefa fácil ou isenta de perigos. Continue reading “Na Cabeça do Velho | António Barros”

Anúncios
Featured post

Estuário | Lídia Jorge

Estuário | Lídia Jorge.

Numa geografia incerta, que se depreende ser a de Lisboa (apesar dos nomes com toque sul-americano) e num tempo impreciso, que se percebe ser o nosso, decorre a saga da família Galeano. Uma família em perda, desestruturando-se, empobrecendo. Uma vez pobres, veem-se obrigados a partilhar a mesma casa, disputando entre si as melhores divisões. Continue reading “Estuário | Lídia Jorge”

Featured post

Vítor Alves | Carlos Ademar

Vítor Alves | Carlos Ademar

Vítor Alves ficou conhecido como um dos ideólogos do MFA, vindo a desempenhar um papel ativo no pós-revoluçãocomo diplomata, ministro (sem pasta e da educação) e integrando o Conselho da Revolução. Não tendo deixado obra escrita, confiemos na biografia trazida à estampa por Carlos Ademar, que nos devolve o homem por inteiro, o militar e a sua visão política. Continue reading “Vítor Alves | Carlos Ademar”

Featured post

Gente Séria | Hugo Mezena

Gente Séria | Hugo Mezena

Memórias da infância vividas num mundo rural há muito perdido num tempo em que os miúdos iam à catequese e acreditavam no poder da confissão. O registo mental dos pecados, convenientemente reduzido a escrito a fim de facilitar a confissão e atestar a sua sinceridade facilitando o perdão. Continue reading “Gente Séria | Hugo Mezena”

Featured post

Um Gentleman em Moscovo | Amor Towles

Um Gentleman em Moscovo | Amor Towles

Privado da sua liberdade o Conde Rostov vê-se restringido ao hotel Metropol, a partir do qual, assiste às transformações de uma Rússia bolchevique. Um homem confinado a um espaço limitado, um Robinson Crusoé apanhado na tempestade de uma revolução. Continue reading “Um Gentleman em Moscovo | Amor Towles”

Featured post

Autobiografias Alheias | Antonio Tabucchi

Autobiografias Alheias | Antonio Tabucchi

A literatura é a arte de vestir a realidade de uma outra pele. É o que sente o leitor quando se revê num personagem ou na história que acabou de ler, é ele com outro nome e noutro ambiente, a viver uma segunda oportunidade e, tal como na vida, está perante um destino que não consegue controlar. Se existe nisso mais verdade? Pouco importa, se a mentira também tem a sua utilidade: serve para definir os contornos da verdade. Continue reading “Autobiografias Alheias | Antonio Tabucchi”

Florinhas de Soror Nada | Luísa Costa Gomes

Florinhas de Soror Nada | Luísa Costa Gomes

Em casa não havia palavras fora do sítio, cheiravam a bairro da lata. Luísa Costa Gomes domina as palavras com mestria e arte, e conhece-lhes o sítio certo. Só dessa forma alguém se atreve a escrever a história de uma menina que queria ser santa e, ao mesmo tempo, consegue arrastar o leitor preso à sua escrita. Continue reading “Florinhas de Soror Nada | Luísa Costa Gomes”

Continuum, antologia poética | vários

Continuum, antologia poética

Desde que foi inventada a escrita que a palavra habita os livros, esse é o seu espaço de eleição, o ponto de encontro de ideias e âncora incerta para poetas e trovadores. Nove poetas, um pintor e uma fotógrafa juntam a sua arte num continuum de emoções. A Poética Edições deu-lhe forma numa edição cuidada, porque o livro preserva esse lado de objeto de desejo que se quer agradável aos olhos e ao tato. Continue reading “Continuum, antologia poética | vários”

Os Que Sucumbem e os Que Se Salvam | Primo Levi

Os Que Sucumbem e os Que Se Salvam | Primo Levi

Neste livro, o último da série iniciada com Se isto é um homem, Primo Levi regressa ao Lager, ao campo de Auschwitz.  Volvidos quarenta anos sobre Se isto é um homem, o autor aborda com coragem e lucidez o holocausto, tentando responder à pergunta se é possível compreender o que se passou, simplificar a realidade ao ponto desta ser explicável. Continue reading “Os Que Sucumbem e os Que Se Salvam | Primo Levi”

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑