Pesquisar

Acrítico

Leituras dispersas

A Obsessão da Portugalidade, de Onésimo Teotónio Almeida

A Obsessão da Portugalidade, de Onésimo Teotónio Almeida

Escrever sobre Portugal sem a pretensão de fazer um diagnóstico, este é o desafio a que se propõe o autor. Sempre que abordamos a crise da identidade portuguesa, falamos de uma doença crónica que padecemos desde o fim da época dos descobrimentos, altura em que fomos grandes, maiores do que a nossa expressão territorial de canto descaído no fim da europa. Continue reading “A Obsessão da Portugalidade, de Onésimo Teotónio Almeida”

Featured post

O Canto e as Armas, de Manuel Alegre

o-canto-e-as-armasUm livro singular na história da poesia portuguesa contemporânea: foi, porventura, o livro mais cantado; Adriano Correia de Oliveira, entre outros, interpretou alguns dos seus poemas e gravou, em 1969, um álbum intitulado, precisamente, O Canto e as Armas;

Continue reading “O Canto e as Armas, de Manuel Alegre”

Os portugueses, um povo suicida – Miguel de Unamuno

Os portugueses, um povo suicidaMiguel de Unamuno

Um estrangeiro, ao abordar as idiossincrasias de um povo que lhe é próximo, depara-se sempre com uma tarefa ingrata. Miguel Unamuno, filósofo, ensaísta, dramaturgo e poeta, escreve este pequeno ensaio, datado de 1908, sobre a fatalidade sentimental que leva os portugueses ao suicídio. Continue reading “Os portugueses, um povo suicida – Miguel de Unamuno”

Featured post

25 DE ABRIL ROTEIRO DA REVOLUÇÃO

Terminou no dia 25 de abril de 1974 a ditadura do Estado Novo. Um grupo de oficiais das Forças Armadas pegou em armas e depôs um regime há muito decadente. Contra os vários apelos do MFA para que as pessoas ficassem em casa, tem início um processo que ficará conhecido como Revolução dos Cravos.

Continue reading “25 DE ABRIL ROTEIRO DA REVOLUÇÃO”

Opinião do Dia – Jorge Gonçalves

As crónicas da RDP África de Jorge Gonçalves numa edição da Colibri.

” Luís Carmelo

… era isso que os grandes escritores aprendiam a fazer ao longo de toda uma vida: delimitar o planeta das suas escritas com uma esquadria que ia aumentando a ovulação da linguagem e diminuindo o número de tópicos abordados. Continue reading “” Luís Carmelo”

Meia-Noite ou o Princípio do Mundo

meia_noiteChegou às livrarias, pela Porto Editora, a tão aguardada nova edição de Meia-Noite ou o Princípio do Mundo, um dos livros mais icónicos de Richard Zimler, que com ele veio consolidar o seu lugar de excelência no panorama do romance histórico internacional. Aqui, o autor viaja até ao século XIX para abordar temas como o racismo, o antissemitismo, a emancipação feminina, a liberdade e os direitos humanos.

Continue reading “Meia-Noite ou o Princípio do Mundo”

Praça de Itália, de Antonio Tabucchi

praca-de-italiaUma aldeia toscana perto do mar. Uma família de anarquistas, rebeldes por temperamento e tradição, centra-se, no decurso de três gerações, em três personagens com nomes emblemáticos: Garibaldo, Quarto e Volturno, e nas mulheres combativas e corajosas que os acompanham. Continue reading “Praça de Itália, de Antonio Tabucchi”

Para lá da «Geringonça»

conv_geringContraponto tem o prazer de a/o convidar para a sessão de apresentação do livro Para lá da «Geringonça»,  de André Freire, que terá lugar na Livraria Bertrand do Picoas Plaza, em Lisboa, na terça-feira, dia 7 de março, às 18h30.

A apresentação do livro estará a cargo de Ana Catarina Mendes e Pedro Filipe Soares.

Create a free website or blog at WordPress.com.

EM CIMA ↑