Pesquisar

Acrítico

Leituras dispersas

Etiqueta

Carlos Ademar

Na Vertigem da Traição | Carlos Ademar

Na Vertigem da Traição | Carlos Ademar

Este romance, baseado em factos reais, conta-nos a história de Miguel Domingos um ativista da revolta de 34 na Marinha Grande, que acompanhamos ao longo da sua vida, desde a passagem pela escola, na Rússia de Estaline, à guerra civil em Espanha, passando pela resistência francesa à ocupação alemã, até ao momento em que cai em desgraça no diretório do partido comunista e acaba assassinado numa mata em Sintra. Carlos Ademar tornou-se um exímio documentalista do Estado Novo, das suas práticas e das suas vítimas, dos que serviam o regime e dos que se lhe opunham. A sua veia de ficcionista complementa esse registo criando uma linha condutora que prende o leitor, e a sua experiência como ex-inspetor da Polícia Judiciária permite-lhe, com perícia, alimentar o desenrolar da intriga, indispensável a uma história bem contada. Continue reading “Na Vertigem da Traição | Carlos Ademar”

Anúncios

Na Vertigem da Traição | lançamento

sobre o livro

Na Vertigem da Traição | Carlos Ademar

Militante comunista, Miguel Domingos era um operário vidreiro revoltado pela miséria que o rodeava. Após participar na revolta da Marinha Grande, fugiu para a União Soviética, onde estudou na Escola Leninista. No regresso, lutou em Espanha, foi preso e enviado para um campo de concentração. Continue reading “Na Vertigem da Traição | Carlos Ademar”

O Chalet das Cotovias, de Carlos Ademar

O Chalet das CotoviasO Chalet das Cotovias by Carlos Ademar

Tudo o que tem de ser feito. Eis a moral indispensável ao bem da nação, a que ditou os comportamentos privados, públicos e policiais. Em plena sedimentação do Estado Novo, nos anos 30, acontece um crime perpetrado na figura de um advogado da praça Lisboeta. Fosse um mendigo, um marçano ou um empregado do comércio e os alicerces do regime não estariam ameaçados.

Os vícios privados das figuras regradas do regime não estariam em causa.

Mas este advogado desapareceu quando se dirigia ao Chalet das Cotovias. Um palacete onde a polícia de investigação criminal é recebida pela porta de serviço (a porta destinada às entregas e aos serviçais da casa), e a PIDE, a polícia de segurança do Estado, usa a porta da frente.

Continue reading “O Chalet das Cotovias, de Carlos Ademar”

Create a free website or blog at WordPress.com.

EM CIMA ↑